Palavras da amizade

Bernardo Santos

 

Pensamentos

que saem deste mundo

indo para as nuvens;

no céu ao alto

surgem dificuldades

ao subir,

o barulho

a falta de atenção.

O descuido é fatal;

tudo pode cair

a qualquer momento

num tufão

numa tempestade.

Os ares são carregados

de energia

força

amor.

Muitos sabem

mas não agem

muitos não sabem

e nem tentam saber.

Tudo se perde

nas nuvens escuras

e quando nos entregarmos

desejarmos

amarmos

compreendermos,

os pensamentos voltarão

a pensar confiante

neste mundo

de inimigos.

 

 Escrita em parceria com Carlos José Soares.

Publicada na Revista: Notti-Sears, 1981.



Papa Francisco

 

Bernardo Santos

 

Lá vem Papa Francisco

em carro aberto pelo caminho

no papamóvel todo branquinho

com confiança trazendo esperança

distribuindo olhares, sorrisos e acenos.

Abençoando a todos com muito carinho

recebendo presentes de gratidão

beijando crianças e saudando a população

pedindo que rezem por ele.

 

Lá vem Papa Francisco

andando a pé pelo caminho

no meio da multidão

sem ouro e nem prata

mas com Jesus Cristo no coração

dizendo bom dia, amigo!

Mesmo com chuva e frio

cumprimentando a todos

desejando saúde, irmão!

 

Lá vem Papa Francisco

fazendo festa pelo caminho

encorajando a fé em Nosso Senhor

pedindo paz, amor e crença no Salvador.

Jorge Mário Bergoglio: o jesuíta franciscano,

a Santidade, o Pai, o Pastor.

Humilde, simpático, alegre e festeiro,

encantando ao povo brasileiro

e aos jovens católicos do mundo inteiro.



Poesia com dor

Bernardo Santos


Não adianta chorar

pequena criança.

Sua dor é profunda

e não vai passar.

 

Pobre coração!

Que de sofrimentos

transborda-se

a cada dia.

 

Que alegria pode ter?

Se a raiz do fruto

perdeu sua semente

na terra preta...

 


Produtor do sertão

Bernardo Santos

 

 

Subo a ladeira

piso na terra

amasso barro

e faço lama.

Sujo a cama

e não tenho nojo.

Piso no mato

ando na grama

arranco capim.

Sou dor sem remédio

descanso cansado

às vezes, tédio.

Planto e colho

com auxílio das mãos

ao cabo da enxada.

Sou par ou ímpar,

são, doentio;

caipira e trabalhador.

Sou os pés

que percorrem a roça

e não se perdem no caminho.

 


Pedido

Bernardo Santos

 

Um dia pedi ao meu pai

que nunca deixasse de ser meu amigo

e ele jamais negou a sua amizade.

Vivia cobrando de minha mãe

proteção e carinho

e sempre os tive com amor.

Filho que sou

pais que tenho

muitos invejam

mas não deveriam invejar,

que a eles devo tanto na vida

que nada no mundo vai pagar,

só é triste depois de tudo

ver um casal que tanto se amam

e um filho menino louco pedindo:

Ensinem-me a viver

e deixar de amar!

 


Poema para nós

I

* Você pequeno grande poeta amigo 

  

Foi pensando em você

que me veio a vontade de viver e amar,

e desta vontade cresceu um sonho

o sonho... você.

Você ternura, amizade...

Dentro de você grita a liberdade

que transpira pelos poros

e que chega até nossas narinas

trazendo o cheiro forte da luta.

Você...você...você...

Que nos agita e nos dá paz.

que nos mostra todo este sonho mundo,

que se ergue entre a escravidão escura

e mostra luz.

Você, pequeno grande poeta amigo,

Trouxe-me fé em meu coração.

 

II

**Obrigado poetisa


Que brilhe a luz divina

e se abra um céu no coração!

É como um rio lento

que deságua ao longe

sua tranquilidade a levar.

Ser poeta. Ah! Ser poeta!

É abrir os olhos ao mundo

e ver nele a poesia

como melhor arma de guerra.

Descer ao chão

subir às nuvens

flutuar...flutuar...

Elevar o pensamento à distância

com ele trazer esperança, amor,

alegria, felicidade

e eternidade...

Destacar o verbo agradecer,

olhar ao alto e dizer:

- Obrigado poetisa!

Você me dá força em continuar a ser poeta.

 

III

*** Laços da poesia

 

A poesia não sente

as palavras não têm vida

o poeta é quem pretende

que as palavras chorem

que a poesia cresça.

 

A poesia existe por si

o homem é quem dela necessita

e se diz dela um fazedor.

 

* Poesia de Zilma Rocha

** Poesia de Bernardo Santos

*** Poesia de Tânia Márcia Cezar Hoff           

  

 
 

© 2010/17 - Bernardo Santos - Todos os direitos reservados

Lay-out e Hospedagem: Uol Host

Imagens de Abertura das Páginas: Licença Royalt-Free

Fotos: Arquivo Pessoal e Divulgação



  Site Map