Expresso turístico

 

Sigo no trem Luz-Mogi

cortando a zona leste

rumo ao Alto Tiete,

procedo dos bandeirantes.

Desço na estação da cultura e penso:

Boigy, Mogi, Rio das Cobras

onde não tinha brancos, só índios...

Hoje, saúdo nordestinos

reverencio japoneses

no obelisco da praça Coronel Almeida

e damos risadas da mesma comédia

encenada no palco do Theatro Vasques.

Escalo o Pico do Urubu

na serra de Itapety

gritando bem alto; viva Mogi!

Que já fez parte de minha vida

e eu de sua história.

Uno-me ao coro de mojianos

na Catedral de Sant’Ana

para cantar com eles

a Ladainha de Nossa Senhora Aparecida

e em romaria seguirmos juntos

para abraçar a estátua de Gaspar Vaz

em agradecimento ao fundador da cidade.

Com um emocionado “parabéns á você”

homenageamos Mogi das Cruzes

no seu aniversário de 450 anos.

Retorno no trem Mogi-Luz

mais feliz e esperançoso

na certeza do próximo ano poder voltar!

 

 
 

© 2010/17 - Bernardo Santos - Todos os direitos reservados

Lay-out e Hospedagem: Uol Host

Imagens de Abertura das Páginas: Licença Royalt-Free

Fotos: Arquivo Pessoal e Divulgação



  Site Map